top of page
  • Foto do escritorRoteire-se

Buenos Aires: o que fazer na charmosa capital da Argentina

Buenos Aires

Se seu próximo destino é a capital da Argentina, Buenos Aires, vem cá que vamos te contar tudo o que você pode fazer lá, incluindo roteiros completos e as melhores dicas para sua viagem! Um dos melhores destinos para considerar como primeira viagem internacional é a argentina, mais precisamente Buenos Aires. É um local que atende todos os tipos de viajantes, desde os mais aventureiros até os que preferem apreciar uma boa culinária.

buenos-aires-o-que-fazer

Casa rosada. Foto: @Roteirese

O que encontrará no artigo:

Está sem tempo de ler por agora? Não tem problema! Salve o artigo no Pinterest para ler depois.

Onde fica Buenos Aires? 

Buenos Aires fica localizado na Argentina, um dos países mais diversos em paisagens e cultura da America Latina, assim também como o Brasil. Buenos Aires é a capital da Argentina, onde é possivel fazer conexões para outros lugares super interessantes da Argentina como: Bariloche, Ushuaia, Mendoza, entre outros.

onde-fica-buenos-aires

Foto: Getty images signature


Como chegar em Buenos Aires?

A melhor maneira de chegar é de avião, pelo aeroporto Aeroparque, que fica mais centralizado. Viemos de avião e desembarcamos no aeroporto de Ezeizas (esse é o aeroporto de Buenos Aires, mas vale lembrar que ele não fica muito próximo do centro da cidade) Por esse motivo, nossa dica é se programar para o processo de deslocamento até o centro, caso o seu aeroporto for o Ezeizas! Optamos por voltar pelo Aeroparque, para entender a diferença entre ambos. Os dois são acessíveis de transporte público, táxi e carros de aplicativos, o que diferencia um do outro é a distância, sendo o Aeroparque mais bem localizado.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Quando visitar Buenos Aires?

Se você está se perguntando "Qual a melhor época para visitar Buenos Aires?" A resposta é: Na primavera. É a estação preferida da maioria dos turistas, sendo considerada a melhor época para visitar Buenos Aires, devido ao clima agradável que ocorre entre 21 de Setembro a 20 de Dezembro. Uma das épocas que mais recebe turistas é no verão, porém, se prepare para altas temperaturas na cidade.


Entretanto, estivemos em Buenos Aires durante o mês de março, no comecinho do outono, e posso afirmar que foi um clima muito agradável também! (nem muito calor, nem muito frio), porém é importante ressaltar que entre o outono e inverno, é o período que mais tem incidências de chuvas na região, podendo até, ter áreas com alagamento na cidade. Teve um dia em nossa viagem que praticamente perdemos um dia devido as fortes chuvas. Chuva esta que até quebrou um dos principais pontos turísticos da cidade, a Florális genérica.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Parque El rosedal em um dia de sol. Foto: Getty images



Quantos dias ficar em Buenos Aires?

Uma das perguntas que mais recebemos é quantos dias ficar em Buenos Aires. Ficamos 7 dias completos, e com toda certeza passaríamos pelo menos mais 3 dias completo, completando 10 dias. Apesar de uma semana parecer muito, Buenos Aires, tem MUITA coisa para fazer, principalmente a pé. Mais adiante você conferirá todos os passeios que fizemos, e já lhe adianto... É bastante coisa!


O que fazer em Buenos Aires

Você vai ver que tem muitos pontos turísticos para serem desbravados em Buenos Aires, e vamos listar todos que fomos e aqueles que não fomos (por falta de tempo hahaha) mas que valem a pena estarem em seu roteiro.


Casa rosada

A Casa Rosada de Buenos Aires é um dos edifícios mais emblemáticos e fotogênicos da Argentina. Imagine uma grande mansão pintada de um rosa suave, quase como um sorvete de morango, situada bem no coração da cidade, na famosa Praça de Maio. É lá onde o presidente da Argentina trabalha, onde acontecem os protestos que passam na tv e assim por diante. O lugar tem uma carga histórica enorme. Com certeza, tem que estar incluso em seu roteiro pelo centro histórico de Buenos Aires.

Casa rosada. Fotos: @Roteirese e Getty images


Plaza de Mayo

A Plaza de Mayo, em Buenos Aires, é um lugar que respira história e cultura a cada passo. Imagine um espaço amplo, cercado por edifícios imponentes (incluindo a casa rosada) que contam histórias de séculos passados. É o coração político da Argentina, onde manifestações, celebrações e momentos críticos da história do país se desenrolaram.

plaza-de-mayo-buenos aires

Plaza de Mayo. Foto: Getty images

Congresso Nacional

O Congresso Nacional de Buenos Aires é basicamente o coração pulsante da política da Argentina. Imagina um lugar imponente, com uma arquitetura de cair o queixo, onde as decisões mais importantes do país são tomadas. É lá que se reúnem os representantes do povo. É um daqueles lugares que, mesmo que a política não seja muito a sua praia, vale a pena visitar pelo valor histórico e pela beleza arquitetônica.

buenos-aires-o-que-fazer

Foto: Getty images



Obelisco

Sabe quando você está pesquisando sobre aquele lugar para viajar, e a primeira foto é o cartão postal da cidade? Então, esse é o caso do obelisco. O Obelisco de Buenos Aires é aquele tipo de marco que, se você for à cidade, simplesmente não pode deixar de ver. Imagina um gigante de pedra, erguendo-se com seus impressionantes 67,5 metros de altura, bem no coração da cidade, na Plaza de la República. É como se fosse o ponto de encontro de todas as avenidas importantes, sabia? A Avenida Corrientes, que é super famosa pelos teatros e pizzarias, cruza bem ali com a 9 de Julio, que por sinal, é considerada uma das avenidas mais largas do mundo. Bem ao lado do obelisco tem o famoso letreiro de BA, que vale super tirar uma foto de recordação.

Obelisco e letreiro de BA. Fotos: @Roteirese e Getty images


Palacio Barolo

O Palácio Barolo, em Buenos Aires, é simplesmente fascinante! Imagine um prédio que parece saído diretamente de uma obra de Dante Alighieri. Sim, ele foi inspirado na "Divina Comédia"! Por fora, pode até parecer um edifício elegante como muitos outros, mas cada detalhe, cada andar, tem um significado que remete às três partes do poema: Inferno, Purgatório e Paraíso. E não para por aí; o farol no topo oferece uma vista de tirar o fôlego da cidade, algo que você definitivamente não vai querer perder. O mais legal é que ele foi, por um tempo, o edifício mais alto da América do Sul. Então, se você estiver por Buenos Aires, o Palácio Barolo é uma parada obrigatória para uma experiência única e cheia de história e simbolismo!

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: andrey khorobostov




Teatro Colón

O Teatro Colón de Buenos Aires é simplesmente um dos lugares mais espetaculares que você pode visitar, mesmo que só de fora (como foi nosso caso, hahaha) É gigantesco, luxuoso e cada detalhe dentro dele parece contar uma história. Desde a sua inauguração em 1908, tornou-se um dos pontos de referência mais importantes da cidade para a música e as artes performáticas. Se tiver a chance, não deixe de fazer uma visita guiada, ou melhor ainda, assistir a uma apresentação. É uma experiência que, sem dúvida, fica gravada na memória!

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: @Roteirese



Catedral metropolitana

A Catedral Metropolitana de Buenos Aires é, sinceramente, uma das construções mais fascinantes que você pode encontrar na capital argentina. Por fora, ela te surpreende com uma mistura de estilos que não é comum ver em igrejas. Tem uma fachada neoclássica, com colunas que lembram os templos gregos, quando você entra, a surpresa continua. O interior é vasto e incrivelmente decorado, com uma série de obras de arte religiosa que capturam a atenção. Mas o que realmente chama a atenção é o mausoléu do General San Martín, um dos heróis da independência da Argentina, que fica lá dentro, onde seu corpo fica vigiado por guardas fardados. A atmosfera é de um respeito silencioso. Visitar a Catedral Metropolitana é como fazer uma viagem no tempo e mergulhar na essência cultural de Buenos Aires. Vale muito a pena conferir! Ah, além de claro, ser a antiga catedral que o Papa Franscisco, atendia suas missas.

Fotos: @Roteirese e Jopstock



Rua florida

A Rua Florida em Buenos Aires é completamente fechada para carros, onde você pode caminhar tranquilamente enquanto admira as fachadas elegantes das lojas, cafés e galerias. Você encontrará desde marcas internacionais até produtos locais únicas. Além disso, a rua é um verdadeiro palco para artistas de rua, músicos e dançarinos de tango que dão um show à parte. E não posso deixar de mencionar as charmosíssimo shopping Galerías Pacífico, que será nosso próximo tópico. Se visitar a cidade, você não pode deixar de passar por lá!

Fotos: @Roteirese


Galerías pacífico

A Galerías Pacífico em Buenos Aires é simplesmente um lugar lindíssimo que você não pode deixar de visitar! Imagine um edifício histórico, com uma arquitetura deslumbrante, no coração da cidade. Não é apenas um shopping, é praticamente uma obra de arte. O teto é coberto por murais impressionantes, que parecem te levar para outra dimensão enquanto você passeia pelas lojas. É um mix perfeito entre o moderno e o clássico, com lojas de marcas famosas, espaços de arte e até mesmo um centro cultural. Além disso, a localização é super conveniente, bem na famosa rua Florida. É o tipo de lugar que, mesmo que você não esteja a fim de comprar nada, vale a pena visitar só para admirar a beleza e sentir a vibração do local. Sério, vale muito a pena!

Fotos: @Roteirese


Livraria el ateneo

Imagina um antigo teatro, desses bem clássicos, transformado em uma livraria. O lugar ainda mantém a estrutura original, com o palco, as cortinas e até os camarotes, que agora são espaços de leitura. E o mais legal? Você pode pegar um livro e se acomodar em um dos muitos cantinhos aconchegantes para ler. Achamos um ponto super legal para conhecer, porém, um ponto negativo é o calor que faz la dentro! O local conta também com uma cafeteria.

Fotos: @Roteirese

Cemitério da recoleta

O Cemitério da Recoleta em Buenos Aires é, sem dúvida, um dos mais impressionantes e peculiares que você poderia visitar. Não é apenas um lugar de descanso final; é praticamente uma galeria a céu aberto de arte e arquitetura. Imagine caminhar por labirintos de mausoléus e estátuas que mais parecem obras de arte, cada um contando a história de famílias argentinas influentes, artistas, cientistas e políticos. Não tivemos tempo suficiente para visitar com calma, mas com certeza, iremos voltar em uma próxima oportunidade.

Foto: andrey khorobostov


Floralis genérica

A Floralis Genérica de Buenos Aires é um dos cartões postais da cidade, uma obra de arte lindíssima por sinal. Imagina uma enorme flor de metal, com mais de 20 metros de altura, que se abre e fecha com o nascer e o pôr do sol, no coração da cidade. Foi criada pelo arquiteto Eduardo Catalano e é uma espécie de homenagem à natureza e à dinâmica da vida, sabia? É um dos pontos turísticos que você não pode perder se estiver passeando por Buenos Aires. Além de ser um spot perfeito para fotos.


Em nossa visita, infelizmente tivemos o azar do dia anterior ter caído uma tempestade tão grande que acabou derrubando a obra! Olha que ela tem mais de 18 toneladas e mesmo assim caiu, para você ver o tamanho da chuvarada que foi. Mas já está em processo de concerto e pode ser que quando você for visitar, ela já esteja de pé novamente.

Fotos: @Roteirese e andrey khorobostov

Mercado de San Telmo

O Mercado de San Telmo, em Buenos Aires, é um daqueles lugares que parece ter parado no tempo, sabe? (no bom sentido). Imagine um espaço vibrante, repleto de vida, cores e aromas, onde cada esquina conta uma história. É um lugar imperdível para quem visita a cidade, especialmente se quiser provar as melhores empanas da cidade (nossa opinião). O local tem uma variedade incrível de comidas locais e internacionais que são um verdadeiro deleite para qualquer paladar. O mercado tem aquele charme de velho mundo, com seus vendedores amigáveis que adoram contar histórias sobre os itens que vendem. É um lugar para explorar sem pressa, deixando-se levar pela atmosfera única que só San Telmo tem.

Fotos: @Roteirese e Getty images


Tigre

O passeio a Tigre saindo de Buenos Aires, é uma experiência que vale muito a pena. E nosso caso fomos de trem, bem legal para quem quer ficar bem imerso na cultura! Você começa a viagem pegando um trem, que já é uma aventura por si só, pois te dá a chance de ver a vida local de perto. A viagem é tranquila e em menos de uma hora você chega em Tigre. Lá, o destaque é o passeio de barco pelos rios do Delta do Paraná. É incrível ver as casinhas coloridas e as pessoas vivendo nas margens dos rios, uma vibe totalmente diferente da agitação de Buenos Aires.


Além disso, tem o Mercado de Frutos, que na verdade é um grande mercado de artesanato, comidas e lembrancinhas. Não dá para ir e voltar sem provar alguma delícia local ou sem trazer um artesanato típico. Enfim, é um passeio super recomendado para respirar um pouco de ar fresco e ver um outro lado da Argentina. Vale a pena conferir! Existe também um grande cassino no local, coisa que no Brasil não existe por ser proibido, vale a pena entrar só para conhecer.


Existe um museu lindíssimo na cidade, porém, chovou no dia anterior. Quando chove o nível do rio aumenta, fechando o museu. Mas se o dia que você estiver visitando não tiver chovido, conheça esse museu pois se ele já é lindo por fora, imagina por dentro!


A maioria das pessoas conhecem Tigre atráves do passeio que saí direto de Buenos Aires, passeio este de catamarã. Vale a pena ir se você não é do time dos que enjoam como a gente haha.

Fotos: @Roteirese


Categoria Museu:

Museu de Belas Artes

O Museu de Belas Artes de Buenos Aires, é simplesmente um tesouro cultural que você não pode perder se estiver pela cidade. Foi um dos nossos pontos favoritos da viagem. Imagine um lugar onde você pode mergulhar na arte argentina e internacional, atravessando séculos de história e criatividade. Desde obras do período colonial até a arte contemporânea, esse museu tem de tudo. O mais incrível? A entrada é gratuita, o que o torna ainda mais acessível para todos explorarem. Você se depara com trabalhos de artistas renomados mundialmente, como Monet, Renoir, não poderia faltar, representantes ilustres da Argentina, como Xul Solar e Antonio Berni. A coleção é tão diversa e rica que é fácil perder a noção do tempo lá dentro.

Fotos: @Roteirese


MALBA

O MALBA, ou Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, é um espaço moderno, repleto de luz, onde cada sala te convida a mergulhar um pouco mais na rica tapeçaria cultural da América Latina. Desde obras de Frida Kahlo até Tarsila do Amaral, passando por artistas contemporâneos que talvez você ainda não conheça, mas que certamente vão te impressionar. Sem falar na arquitetura do museu em si, que é uma obra de arte! Então, se você estiver por Buenos Aires, coloque em seu roteiro. Esta atração é paga, na época que fomos, o valor foi de 2.500 pesos por pessoa, em dia de promoção, mais precisamente de quarta-feira. O valor em dias normais é de 5.000 pesos por pessoa. (Ref Março- 2024)


Fotos: @Roteirese


Centro cultural Kirchner

O Centro Cultural Kirchner, ou "CCK" como é carinhosamente chamado, é um daqueles lugares em Buenos Aires que você simplesmente não pode deixar de visitar. Imagine um espaço gigantesco, antes uma central de correios, que foi transformado em um dos maiores centros culturais da América Latina. Infelizmente não conseguimos entrar, pois no dia estava fechado, então vale a pena verificar o horário de funcionamento antes de ir (rsrsrs). Mas sério, só de ver do lado de fora já vale! O local é imenso! Confira só na imagem abaixo das pessoas em miniatura perto do tamanho do local.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: @Roteirese


Categoria lugares para visitar e (talvez) se hospedar:

Chino

O bairro oriental de Buenos Aires, conhecido como "Barrio Chino", é um pequeno, mas vibrante pedaço da cidade, localizado em Belgrano. É um daqueles lugares que, ao entrar, você se sente imediatamente transportado para o outro lado do mundo. As ruas são adornadas com coloridos lanternas vermelhas e os supermercados e lojas estão cheios de produtos asiáticos, desde alimentos exóticos até itens de decoração únicos.


Andando por lá, você vai se deparar com uma variedade incrível de restaurantes, que apesar de muito diversos, são mais caros que os demais bairros. Vale a pena escolher uma cafeteria ou restaurante e passar uma tarde ou noite no bairro. Definitivamente, é um pedacinho da China em Buenos Aires que vale a pena explorar, amamos descobrir esse bairro e com certeza está no top preferidos da viagem.

Fotos: @Roteirese


La Boca/ Caminito

La Boca é aquele bairro de Buenos Aires que parece ter saído diretamente de um quadro colorido. É famoso pelo Caminito, uma rua-museu a céu aberto, cheia de casas pintadas em cores vibrantes que te deixam com aquela sensação de estar em um lugar único.


O Caminito era uma área humilde com cortiços e um riacho que corria por ali.

Em 1950, o pintor Benito Quinquela Martín, um dos maiores artistas argentinos, liderou a transformação do Caminito em um "museu a céu aberto".

As casas foram pintadas com cores vibrantes, artistas locais instalaram seus ateliês e murais foram criados, valorizando a cultura argentina. Por este motivo hoje o caminito é um dos principais pontos turísticos da cidade. Aqui é onde você vai encontrar mais brasileiros na rua, parece até um bairro do Brasil.


Além disso, é o lar do famoso time de futebol Boca Juniors, com seu estádio, La Bombonera, sendo praticamente um templo para os fãs do esporte. O bairro tem uma vibe bem artística e boêmia, com galerias de arte e ateliês espalhados por todo canto. Caminhar por La Boca é como mergulhar na alma portenha, com tango nas ruas e uma energia que só Buenos Aires tem. Só fica de olho, porque, como em qualquer lugar turístico, é bom cuidar dos pertences. Recomendamos fazer um tour guiado pelo bairro para melhor aproveitar a história.

Fotos: @Roteirese

Palermo

Palermo é um daqueles bairros que você visita e imediatamente pensa em como seria viver lá. É uma mistura vibrante de cultura, arte e vida noturna. Com suas ruas arborizadas, Palermo é conhecido por seus parques espaçosos, como o Bosques de Palermo. Além disso, Palermo é dividido em sub-bairros, como Palermo Soho e Palermo Hollywood, cada um com sua própria identidade e charme. É um daqueles lugares que sempre têm algo novo para descobrir, independentemente de quantas vezes você o visite.


Palermo é um dos bairros mais importantes de Buenos Aires pois grande parte dos pontos turísticos da cidade ficam neste bairro, como o jardim japonês, jardim botânico, el rosedal, malba e assim por diante. Preze por ficar hospedado no Palermo ou próximo dele. Uma das coisas que mais gostamos de fazer em Buenos Aires foi se perder pelas ruas da cidade, principalmente no Palermo.

Fotos: Funky-data e Peeterv Getty images Signature

Puerto Madero

Puerto Madero é aquele bairro de Buenos Aires que parece ter saído diretamente de um cartão-postal, sabe? Imagine caminhar por ruas largas rodeado por prédios altíssimos e sofisticados, com uma vibe totalmente diferente do resto da cidade. É um lugar que conseguiu se reinventar, transformando antigos armazéns portuários em apartamentos de luxo, escritórios chiques e restaurantes da moda. O contraste entre o novo e o histórico é fascinante. De um lado, você tem a tranquilidade das docas, com gente fazendo caminhada ou simplesmente aproveitando o sol à beira do rio. Do outro, bares e cafés sempre cheios.



Puerto Madero também é lar da Puente de la Mujer, uma ponte giratória que se tornou um ícone do bairro e de Buenos Aires. Também um ótimo bairro para se hospedar.


Um fato muito interessante de Puerto Madero é que ele serviu de inspiração para a estação das docas em Belém do Pará! Se você reparar bem, os guindastes são idênticos.

Fotos: @Roteirese e Andrey khorobostov

Recoleta

O bairro Recoleta, em Buenos Aires tem prédios com arquitetura impressionante e uma atmosfera que parece te transportar para outra época. É um dos bairros mais chiques da cidade, cheio de cafés charmosos, boutiques de luxo e galerias de arte. É um mix perfeito entre o antigo e o moderno, o tranquilo e o vibrante. Definitivamente, um cantinho especial da cidade e também um bairro ótimo para se hospedar. Aqui é onde está localizado o famoso cemitério da recoleta!

o-que-fazer-em-buenos-aires

Fotos: Diego Grandi de Getty images

Categoria parques e lugares para relaxar:

Buenos Aires é definitivamente a capital com mais área verde que eu conheço, e quase em todo bairro tem seu parque ou praça, bem cuidada, claro. Vamos passar pelos principais pontos da cidade.


Jardim japonês

O Jardim Japonês de Buenos Aires, um lugar que parece um pequeno refúgio no meio da agitação da cidade. Imagine atravessar um portal e se encontrar em um cenário que parece saído diretamente do Japão. É um espaço cheio de paz, onde cada elemento foi pensado para harmonizar com a natureza. Definitivamente, um pedacinho do Japão no coração de Buenos Aires.

Pagamos 1.500 pesos por pessoa (ref. março 2024).

Fotos: @Roteirese


Ecoparque

O EcoParque de Buenos Aires é um lugar incrível que transformou o antigo zoológico da cidade em um espaço verde dedicado à educação ambiental, conservação e bem-estar animal. Imagine um espaço onde você pode caminhar entre áreas verdes revitalizadas, aprender sobre sustentabilidade e ver de perto espécies animais sendo cuidadas com o objetivo de reintroduzi-las em seus habitats naturais.


É um refúgio urbano que busca conscientizar os visitantes sobre a importância da natureza e da preservação do meio ambiente. Além disso, ainda oferece atividades interativas e educativas que fazem desse parque um ponto de encontro para quem busca um contato mais próximo com a natureza sem sair da cidade, e melhor, gratuitamente. Definitivamente, vale a pena conferir!


Ah! Vale sempre lembrar que os animais estão nos zoológicos por nossa CULPA, oriundo de tráfego ilegal de animais, desmatamento e caça. Os zoológicos tem grande importância para a conservação das espécies.

Fotos: @Roteirese


El Rosedal

O El Rosedal é um daqueles lugares que você precisa conhecer se estiver em Buenos Aires. Imagine um jardim imenso, repleto de rosas de todas as cores e tipos que você possa imaginar. É um pedaço do paraíso para quem aprecia a natureza e busca um refúgio da agitação da cidade. Além das flores, tem um lago onde você pode alugar pedalinhos e curtir a paisagem de uma forma super relaxante. Tem também pontes charmosas, perfeitas para tirar aquelas fotos que parecem saídas de um cartão-postal.


É um lugar super romântico e tranquilo, ideal para passear, fazer um piquenique ou simplesmente sentar e apreciar a beleza ao redor. Se estiver por Buenos Aires, não deixe de visitar o Rosedal. É uma experiência única, que com certeza vai te deixar com boas lembranças. Infelizmente a entrada para o El Rosedal estava fechada quando fomos pois tinha chovido no dia anterior, quando chove eles só abrem o parque dois dias depois. Porém, a parte do lado e pedalinhos estava aberta e deu para aproveitar bastante a parte de fora do el rosedal.

Fotos: Agata Fetschenko de Getty Images e diegograndi de Getty Images Pro


Jardim botânico (Carlos Thays)

o Jardim Botânico de Buenos Aires é um daqueles lugares que te fazem esquecer que você está em uma metrópole fervilhante. Imagine um espaço verde imenso, repleto de tranquilidade, onde você pode respirar ar puro enquanto caminha por entre uma variedade impressionante de plantas. São mais de 5.000 espécies vegetais, cada uma com sua história e particularidade, fazendo do jardim um verdadeiro museu vivo.


E o mais legal? A entrada é gratuita. É daqueles lugares que, sem dúvida, valem a pena visitar e se deixar levar pela beleza e pela paz que só um espaço assim pode oferecer.

No local existe uma grande estufa, porém só é aberta nos finais de semana e feriados.


Foto: @Roteirese


Categoria comidas típicas da Argentina:

Carne / churrasco

A gastronomia argentina é um verdadeiro banquete! Se tem uma coisa que você precisa saber sobre a Argentina, é o amor profundo pelo churrasco, ou como eles chamam, o "asado". É mais do que comida, é uma tradição, um evento social onde família e amigos se reúnem para desfrutar de cortes suculentos de carne, assados à perfeição sobre brasas. Mas não para por aí.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: @Roteirese

Empanadas

Já ouviu falar em empanadas? São pequenos pastéis assados ou fritos, recheados com uma variedade de sabores.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: Plateresca de Getty Images

Doce de leite e medialunas

E para adoçar a boca, não deixe de provar o doce de leite típico Argentino e também as famosas medialunas! Medialunas é uma espécie de crossaint doce, perfeito para acompanhar aquele cafézinho!

Foto: AlbertoChagas de Getty Images e Valepessacg


Choripan

Existe também o choripan! Um pão clássico dos Argentinos e Uruguaios. Seu nome vem da junção das palavras "chorizo" (linguiça) e "pan" (pão).

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: Los Muertos Crew de Pexels

Chá mate

E claro, não podemos esquecer do mate, a bebida nacional, uma infusão de ervas que é mais do que um simples chá, é um símbolo de união e amizade, que eles tomam EM TODOS OS LUGARES, literalmente! Estávamos no avião de volta para o Brasil e tinha muitos argentinos com o famoso mate na mão.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: Los Muertos Crew de Pexels

Vinho

Ah, já ia me esquecendo do melhor de todos, o vinho argentino, além de muito barato, o sabor é incomparavél.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Foto: NatashaPhoto de Getty Images



Onde ficar em Buenos Aires

Uma das principais coisas em uma viagem é sem dúvida o local onde ficará hospedado. Recomendamos ficar próximo dos pontos turísticos para facilitar a logóstica, os melhores bairros para ficar são: Palermo, Recoleta, Centro e San Telmo. Preze por ficar nesses bairros que facilitará muito a sua vida!


Se você reservar por nossa indicação, estará ajudando o blog sem pagar nada mais por isso. Vale ressaltar que as hospedagens em Buenos Aires, a grande maioria você paga no ato da chegada. Ou seja, você pode ter reservado por um valor, porém, vai depender do cambio do dia. A maioria só aceita pagamento em pesos argentinos, salvo alguns que aceitam dólar e cartão. Leia a política do hotel/apartamento escolhido e acompanhe o cambio. Tenha isso em mente.



Quer conhecer todas as opções de hospedagem de Buenos Aires? Confira no mapa todas as hospedagens de Buenos Aires e região.


Como se locomover em Buenos Aires

O metrô (ou "Subte"), é uma maneira eficaz e econômica de explorar a cidade. As linhas conectam os principais pontos turísticos e bairros, e é fácil de usar.

O cartão do Sube (foto abaixo), o mesmo pode ser usado tanto no ônibus quanto no metrô. Usamos somente um cartão que serviu para os dois. A regarca do mesmo é realizada nos kioscos! Os kioscos são uma espécie de loja de conveniência espalhada por toda Buenos Aires.

o-que-fazer-em-buenos-aires

Cartão de metrô e ônibus, Sube. Foto: @Roteirese

Não deixe de pegar um mapa ou baixar um app de transporte público. Os táxis e os aplicativos de carona, como o Uber, são práticos para trajetos mais diretos ou quando se está com pressa. Mas olha, caminhar pelas ruas de Buenos Aires é quase um ato poético.


A cidade é repleta de cafés charmosos, livrarias históricas e murais de arte de rua que você só vai descobrir se der uma boa andada. Por último, para trajetos mais longos ou para explorar os arredores da cidade, os trens e ônibus são confiáveis e com preços acessíveis. Então, calce um bom par de sapatos e se jogue nessa aventura porteña!

Fotos: @Roteirese


Dicas úteis para sua viagem ser perfeita

Opte por escolher sua acomodação perto dos melhores bairros (Recoleta e Palermo). Pois isso irá facilitar seu acesso durante a noite á restaurantes e atrações na cidade.


Se você optar por alugar um carro, se programe para evitar o uso durante o anoitecer (horário que o trânsito se intensifica pela região), porém não recomendamos o uso de carro na região, pois tem várias maneiras de se locomover pela cidade, incluindo transportes públicos (que funcionam perfeitamente e são muito baratos), carros de aplicativos ( os que funcionam melhor são o Uber e Didi) e também os táxis (não é a melhor opção para quem vai turistar, pois é muito comum preços abusivos para turistas).


Uma dica que não sabíamos antes de ir para Buenos Aires é que se você for usar ônibus, assim que subir, é necessário falar o nome da rua que você vai descer para asssim o motorista cobrar a passagem correta. Então, antes de subir no ônibus, saiba o nome do local que vai descer, exemplo: "Calle tal e tal". Outra dica que deixamos é acompanhar suas viagens de metrô/trem/ônibus através do aplicativo Moovit.


Não se esqueça de aplicar o protetor solar e repelente de insetos! A cidade tem bastante pernilongos... Evite problemas médicos sérios durante sua viagem. Sempre viaje com seguro viagem.


Nós não presenciamos nenhum furto ou assalto, apesar de Buenos Aires ser capital e ter grande número de pessoas, achamos uma cidade extremamente segura! Nós e as pessoas na rua podem andar com o celular na mão sem maiores problemas.


Dica para seleção de roupas para viagem: Roupas leves e frescas, sapatos macios e confortáveis. Na parte da noite costuma esfriar, então leve uma blusa em sua mala.


Compre seu chip em lojas autorizadas como por exemplo, a loja da Claro, pois os atendentes vão te auxiliar á cadastrar o chip. Nós optamos por pegar o chip da Claro e adoramos a experiência, internet muito boa e sempre com sinal, até mesmo quando estávamos de metrô!

Compre um power bank no Brasil e leve. Tivemos muitos problemas para achar um local na rua para recarregar os celulares, por isso é imprenciendivel levar um carregador portátil na mala de viagem. Assim como o adaptador de tomada, pois o encaixe da tomada de lá é totalmente diferente do Brasil.


Reserve sua acomodação e passeios com antecedência. Deixamos como sugestão realizar os free tours pela civitatis para conhecer mais sobre a história do local visitado, e reservar sua hospedagem pelo booking.


Vídeo completo sobre o que fazer em Buenos Aires

Confira na íntegra nossa experiência nessa cidade charmosíssima que é Buenos Aires! Vídeo completo de nosso roteiro!


0 comentário

Comments


bottom of page